O que é a Frente?

A Frente Nacional Escola Sem Mordaça foi uma iniciativa deliberada no II Encontro Nacional de Educação (II ENE), realizado em Brasília-DF, entre os dias 16 a 18 de junho de 2016. Nesta ocasião, várias entidades e movimentos sociais presentes a um dos painéis refletiram sobre o violento ataque à liberdade de expressão e à educação de qualidade promovida por setores retrógados da sociedade civil, por meio do Movimento Escola Sem Partido e outras agremiações da direita organizada.

Foi proposto, então, que se criasse uma ampla frente, a ser composta por todos os tipos de entidades que se propusessem a debater e se mobilizar contra a aprovação dos Projetos de Lei Escola Sem Partido então existentes no Congresso Nacional, nas assembleias legislativas estaduais, nos municípios etc. Além disso, era urgente uma articulação entre os setores progressistas, também no sentido de defender os muitos profissionais da educação que em várias regiões do país estão a ser perseguidos por representantes do Movimento Escola Sem Partido e seus asseclas.

A proposição foi aprovada por aclamação na plenária final do II ENE e poucos dias após se iniciaram as articulações no sentido de contatar entidades, movimentos sociais, partidos, mandatos parlamentares e organizações da sociedade civil que se mostrassem dispostas a combater essa ameaça à democracia e à liberdade de expressão.

O lançamento da Frente contra o PL Escola Sem Partido aconteceu no Rio de Janeiro-RJ, em ato solene, no dia 13 de julho, no prédio histórico do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS), na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Estiveram presentes ao evento representantes de mais de uma centena de entidades: organizações das esferas municipais, estaduais, federais, públicas e privadas, mandatos parlamentares, partidos políticos, movimentos sociais históricos etc.

Um dos primeiros desafios desta Frente foi enfrentar a direita organizada em uma enquete no portal do Senado. Ainda em seus primeiros dias de existência, nos mobilizamos para derrotar nossos adversários no campo deles, o da internet, e conseguimos ficar à frente naquela foi que a maior enquete em participação na história do portal.

Na primeira reunião da Frente após seu lançamento, no dia 19 de julho, os participantes deliberaram pelo nome oficial desta associação: Frente Nacional Escola Sem Mordaça.

Desde então, a iniciativa tem se multiplicado em vários estados do país, com os lançamentos das Frentes Estaduais.

Somos ainda um movimento em expansão, que crescerá ainda muito mais na qualidade de contraponto necessário aos avanços do atraso representado pelo Movimento Escola Sem Partido e ao pensamento conservador de uma forma geral.

Essa Frente é hoje a maior interseção da esquerda existente, e desejamos ampliar e aprofundar ainda mais essa unidade. Visite esse site, junte-se a nós, ajude a divulgá-lo e contribua com ele. Venha também fazer parte da Frente Nacional Escola Sem Mordaça!